Ministro diz ser possível privatizar até 100 estatais

O ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas, afirmou que é possível privatizar ou liquidar cerca de cem empresas estatais. Em entrevista à rádio CBN, ele disse que a prioridade é diminuir o tamanho do Estado, para dar celeridade e gerar “sobra de recursos” orçamentários.

         “É possível colocar isso em prática, se pararmos para pensar que há muitas subsidiárias. O BNDES tem algumas subsidiárias, o Banco do Brasil tem muitas subsidiárias, a Caixa tem subsidiárias, a Eletrobrás tem grande quantidade de subsidiárias”.

         “Se se levar em consideração essas subsidiárias, é possível realmente bater num número próximo desse [de cem empresas]. Não estamos falando só de privatizações, mas de liquidações de empresas que hoje não fazem tanto sentido”, afirmou.

         Para Freitas, a participação dos investidores estrangeiros nessas privatizações é fundamental. “Precisamos atrair o investidor exportador de capital. Temos que mostrar que nossos projetos são bons, vão dar boas taxas de retornos”, afirmou. “Felizmente temos plano montado. Sabemos exatamente o que fazer, o que colocar na iniciativa privada. Temos plano completo para ferrovias, no setor portuário e metas ousadas para rodovias”, disse.

         Em relação às rodovias, o ministro afirmou que se estuda a concessão de 5,6 mil quilômetros de rodovias e relicitação de até 4 mil quilômetros de concessões atuais. (do Valor Econômico)

Comentários
Sem comentários ainda. Seja o primeiro.