Rio começa a utilizar placa padrão Mercosul nesta terça

O Rio de Janeiro será o primeiro estado no Brasil a utilizar as placas-padrão do Mercosul. A partir desta terça-feira, os cidadãos fluminenses poderão ter acesso ao novo modelo, de acordo com as resoluções 729 e 733 do Departamento Nacional de Trânsito (Denatran).

A princípio, a troca não será obrigatória para todos os veículos. Quem quiser trocar a placa ou realizar operações que envolverem novas placas já receberão o modelo Mercosul.

As operações são: emplacamento de carros zero quilômetro, transferências de propriedade, de jurisdição e de município, além de alteração de categoria e troca de placas danificadas.

A nova placa vai dar maior segurança para os proprietários de veículos. O novo modelo terá código único e conterá todos os dados de confecção da placa, como o número de série e identificação de seu fornecedor, além da data de fabricação. Inclui também o modelo do veículo, permitindo a rastreabilidade. O valor de fabricação da placa é o mesmo do modelo antigo (R$ 219,35).

O modelo da placa Mercosul é bem diferente. Cada item possui uma característica e representação. A primeira mudança que se pode notar é a visual. Ao contrário da placa que existe hoje, na cor cinza, as novas placas terão fundo branco com uma faixa azul na parte superior. O novo modelo possui quatro letras e três números.

A categoria dos veículos será indicada pela cor da combinação alfanumérica: particular (preta), comercial/aprendizagem (vermelha), oficial (azul), especial (verde), diplomático (amarela) e colecionador (prateada). O tamanho continua o mesmo, com 40 cm de largura e 13 de altura. (de O Globo)

Comentários
Sem comentários ainda. Seja o primeiro.